quinta-feira, 3 de setembro de 2015

A imagem do menino Sírio.



A imagem que está a chocar os portugueses e provavelmente a Europa é dura.
Mas porque é que esta imagem choca mais do que as outras? O Público explica isso muito bem: “Agora os náufragos no nosso mar são brancos de classe média. Tudo neste bebé é familiar. O corpo, a pele, a roupa, os sapatos.”
É incrível mas por ser aqui ao pé de nós nas praias da Europa, num cenário que nos é familiar e com uma criança que poderia ser um filho de um amigo desperta a nossa atenção pelo menos por uns minutos.
Todos os dias morrem crianças das formas mais atrozes em países pobres, todos os dias são escravizadas, morrem de fome, são abandonadas, violadas e abusadas, mas como é lá distante e têm na maioria das vezes a pele de uma cor diferente da nossa, olhamos as imagens, comovemo-nos e seguimos em frente.
É triste vivermos num mundo que é gerido por interesses económicos, onde só se ajudam países que possam ter riquezas, ouro ou petróleo, todos os outros são abandonados à sua sorte.
E nós o que fazemos? Nada, ou basicamente nada, fazemos donativos e seguimos a nossa vida.
Ninguém deveria ser capaz de dormir enquanto houvessem pessoas a morrer à fome de um lado do mundo e outras a deitar comida no caixote do lixo todos os dias…
Ninguém deveria conseguir ser feliz enquanto não se respeitassem os direitos humanos…
Mas conseguimos e iremos continuar a conseguir.
Não vou ser hipócrita também consigo, vou terminar este texto e vou trabalhar como faço todos os dias, queixando-me dos clientes mal-educados, do tempo que está mau, do ordenado, do chefe e do almoço…
Tenho o semblante mais carregado, um peso na consciência, mas vou continuar na minha vidinha.

3 comentários:

  1. Infelizmente a vida é mesmo assim... O problema é que quem pode fazer algo não o faz ou não lhes interessa fazer, e assim é a tristeza do mundo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    2. A verdade é que o Homem tem pouca humanidade.

      Eliminar